Este site usa cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website concorda com o seu uso. Para saber mais, leia a nossa Política de Cookies.

Sábado    por    Cofina Boost Solutions

Partilhe nas Redes Sociais

O setor automóvel sabe adaptar-se aos novos tempos

Abílio Cardoso, CEO da Veneporte

Notícias

O setor automóvel sabe adaptar-se aos novos tempos

A Veneporte desenvolve e produz todos os componentes do sistema de escape para automóveis e comerciais ligeiros, bem como uma nova gama de produtos de eliminação da carga viral, dedicada aos transportes públicos, espaços públicos e privados.

Centrada na redução de emissões de gases com efeito estufa, assim como na redução de partículas, que têm um impacto direto na melhoria do ambiente e saúde pública, a Veneporte aposta no desenvolvimento de novos produtos e novas áreas de negócio. “Desenvolvemos e produzimos todos os componentes do sistema de escape para automóveis e comerciais ligeiros (catalisadores, filtros de partículas, SCR's e silcenciosos)”, revela Abílio Cardoso, CEO da Veneporte. Acrescenta, no entanto, que trabalham em várias frentes, “não só nos novos modelos Euro 6, em que estamos constantemente a disponibilizar ao mercado novos produtos, como também no projeto PureAir”.

Este projeto em particular foi uma consequência natural da necessidade de abertura do seu portefólio e deste período pandémico. “Pensámos fora da caixa e estamos a terminar o projeto PureAir, que se destina a purificar o ar e a eliminar a potencial carga viral, quer no que diz respeito aos transportes públicos, quer outros espaços fechados, como os restaurantes, as escolas e até as nossas próprias casas.” Conta que esteja disponível no mercado já no mês de julho.

Um futuro verde e competitivo

Fundada em 1966, a Veneporte, localizada em Águeda, distrito de Aveiro, está presente em cerca de 30 países e exporta mais de 90% da sua produção. A empresa trabalha com vários fabricantes automóveis, mas é no setor do pós-venda independente que a sua atividade tem mais importância. Atualmente, dispõe de instalações cobertas de 25.000 m2, inseridas numa área de 50.000 m2.

Abílio Cardoso acredita que os principais fatores diferenciadores da empresa “são a qualidade, a performance, a durabilidade e facilidade de montagem, assim como serem produtos à imagem do original e 100% homologados, segundo as diretivas comunitárias”. No que diz respeito às metas de sustentabilidade propostas na União Europeia, acredita que é possível manter a competitividade no mercado global, embora seja necessário ultrapassar alguns obstáculos, nomeadamente em relação à regulação de mercado.

A Veneporte junta-se assim ao leque de empresas nacionais que têm diversificado os seus produtos nos mercados e geografias de destino, exportando para França, Espanha, Dinamarca, Itália, República Checa, Holanda e Bélgica. Estes dois últimos são mercados em crescimento e cada vez mais procurados pelos empresários portugueses. Em relação ao cluster de competitividade, Abílio Cardoso conclui que, embora ainda não tenha atingido toda a sua potencialidade, “poderá ter contributos positivos no futuro próximo”.

  • Instalações da Veneporte, em Águeda

Breve história da Veneporte

Fundada em 1966, logo na década de 70 a Veneporte tornou-se na Original Equipment Manufacturer (OEM) e Original Equipment Supplier (OES) dos clientes instalados em Portugal. Após a adesão de Portugal à CEE, em 1986, iniciou o seu processo de internacionalização. Nos anos 90, a empresa foi reestruturada: melhorou as instalações e equipamentos e reorganizou os diferentes processos. Destaca-se o ano de 2011, com o desenvolvimento e o início de produção das componentes da parte quente, catalisadores e posteriormente filtros de partículas.

“Desde esse ano, podemos afirmar que a inovação tem sido constante e cada vez com maior complexidade. Exemplo disso é o desenvolvimento dos SCR e ainda o projeto PureAir (eliminação da carga viral em transportes públicos e parque escolar, assim como em espaços privados)”, resume o CEO Veneporte, Abílio Cardoso.  

Factos & números

Fundação: 1966
Sede: Águeda, Portugal
Fábrica: Águeda, Portugal
Principais clientes: Peugeot/Citroën/Fiat, Renault, VW, LKQ, GAU, GPI
Produção/ano: 450.000 peças
Volume de negócios (2020): 12.000.000€
Peso das exportações em % da faturação: cerca de 90%
Presença direta em quantos países: cerca de 30 países
Principais mercados/países de exportação: França, Holanda, Bélgica, Espanha, Dinamarca, Itália, República Checa
Previsão do volume de negócios para 2021: 15.000.000€
N.º de empregados: 178