Este site usa cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website concorda com o seu uso. Para saber mais, leia a nossa Política de Cookies.

Sábado    por    Cofina Boost Solutions

Partilhe nas Redes Sociais

Sogrape: de Portugal para o mundo
Notícias

Sogrape: de Portugal para o mundo

Fundada em 1942, e a partir de uma única adega no Douro, a Sogrape é hoje uma empresa familiar de vinhos com uma forte presença internacional. Com mais de 30 marcas, 1600 hectares de vinha em 12 regiões vitivinícolas, chega hoje a mais de 120 países.

A Sogrape, empresa familiar de vinhos, foi fundada em 1942 por Fernando Van Zeller Guedes. Nasceu com a criação e o lançamento do vinho Mateus Rosé, cuja garrafa foi inspirada nos cantis dos soldados da Segunda Grande Guerra e cuja produção ronda, presentemente, os 20 milhões de garrafas por ano em todo o mundo.

O seu ponto de partida foi uma única adega no Douro, que cresceu para 1.600 hectares de vinha distribuídos por 12 regiões vitivinícolas em cinco origens de produção: Portugal, Espanha (Bodegas LAN), Chile (Viña Los Boldos), Argentina (Finca Flichman) e Nova Zelândia (Framingham).

Com empresas de distribuição própria em Portugal, EUA (Evaton), Reino Unido (Liberty Wines), China (Sogrape Asia Pacific), Angola (Vinus) e Brasil (Sogrape Brasil). Têm sido 80 anos a ousar inovar num setor tradicional. Fernando da Cunha Guedes é o presidente da Sogrape e a terceira geração da família Guedes na liderança de uma empresa que mantém o espírito familiar, combinado com uma cultura de equipa de alto desempenho.

Uma indústria em mudança

Nos últimos anos, a indústria do vinho tem vivido mudanças transformacionais profundas. O crescimento do e-commerce e da comunicação digital com o mercado e os consumidores, e as disrupções no comércio global somam-se às novas preferências dos clientes e a uma crescente consciencialização para a sustentabilidade.

Estes são alguns dos principais desafios e tendências que terão impacto na humanidade e no negócio do vinho no futuro, muitos deles acelerados pelo contexto mundial trazido por 2020. E, se a pandemia da Covid-19 veio abalar tendências, redefinir prioridades e pôr à prova a resiliência e a capacidade de nos reinventarmos, para esta empresa, que nasceu em tempo de guerra, as crises foram sempre encaradas como oportunidades e muitas foram as iniciativas desenvolvidas para responder aos desafios do negócio, encontrar novas formas de chegar aos consumidores e estar mais próximo dos mesmos, numa lógica cada vez mais “customer centric”.

A Sogrape desenvolveu uma revisão estratégica em 2020, numa abordagem ao negócio cada vez mais sustentável, e que tem como objetivo preparar a organização para o futuro e para os desafios do setor vitivinícola. Atenta aos diferentes mercados e às tendências e oportunidades que deles e dos consumidores advêm, sempre numa visão de longo prazo. São exemplos recentes o lançamento do vinho em lata para expandir as ocasiões de consumo, bem como a inovação no vinho do Porto com versões ready-to-drink: Porto tónico em lata, numa oportunidade de rejuvenescer a categoria junto de consumidores mais jovens.

São vários os desafios que se põem à empresa no presente e no futuro que, de forma transversal, vão desde as alterações significativas ao nível da cadeia logística até à transformação digital e que exigem novas formas de alavancar a agilidade, a inovação e a eficiência ao longo de toda a cadeia de valor. Recentemente, a Sogrape definiu o seu primeiro Programa Global de Sustentabilidade para todas as Unidades de Negócio do Grupo.

Sustentabilidade como foco

O Programa Global de Sustentabilidade parte do seu Purpose – Trazer Amizade e Felicidade a todos aqueles com quem nos relacionamos através dos nossos grandes vinhos –, e enquadra os esforços de sustentabilidade nas diversas unidades de negócio do grupo em todo o mundo. Está estruturado em três pilares de intervenção, sustentados por uma série de compromissos e metas, que orientarão a sua atividade: abrir caminho para um planeta mais saudável; salvaguardar o seu legado na sua jornada rumo ao futuro; e inspirar vidas mais felizes e mais responsáveis contribuindo ativamente para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Este programa ambiciona o crescimento do negócio, sendo um catalisador de uma mudança social positiva e respeitando os limites do planeta na construção de um futuro mais sustentável e inclusivo.

Factos e números

Fundação: 1942
Sede: Avintes, Portugal
Fábricas/áreas de produção: Produção de uva em 12 regiões vitivinícolas que se espalham por cinco países de origem (Portugal, Espanha, Chile, Argentina e Nova Zelândia), em mais de 1.600 hectares de vinha 19 adegas com capacidade de produção de mais de 50.000.000 L
16 linhas de engarrafamento automático
Quantidade de produção/ano: 25 M de litros vinificados em 2020, >10.000 toneladas de uva produzida por ano
Volume de negócios em 2020: 249,5M€
Peso das exportações em % da faturação: cerca de 80% da faturação é realizada fora de Portugal
Presença direta em quantos países: 10 países (Portugal, Espanha, Reino Unido, EUA, Argentina, Chile, Brasil, Angola, China, Nova Zelândia)
Principais mercados/países de exportação: Espanha, EUA, Benelux, Alemanha, Reino Unido
N.º de empregados: > 1.100